Naoussa: a cidade do vinho

Nascida no seio de um abraço natural formado por montanhas verdes-claras e colinas, que oferecem vários graus de encostas, uma beleza tranquila cheia de riachos revigorantes e quedas de água, Naoussa estava destinada a produzir o melhor vinho.

As vinhas estendem-se por estas colinas, sob o sol brilhante, protegidas dos ventos do norte. É aqui que as uvas da casta Xinomavro - a nobre, casta autóctone– amadurecem, para produzir tintos profundos, encorpados e suscetíveis ao envelhecimento em madeira, qualificados para uma Denominação de Origem.

A história do vinho de Naoussa através dos tempos.

Naoussa desde sempre esteve associada à vinha e tem sido reconhecida pelos seus vinhos requintados. Os solos, a água e o clima sempre foram uma combinação ideal para o cultivo das melhores castas. Esta tradição da vinha remonta aos tempos antigos.

O seu excelente vinho viajou por todo o mundo civilizado. Bem estruturado e precioso, este vinho justifica a sua reputação.

Mais tarde, na história moderna (1800-1900 d.C) o vinho de Naoussa tornou-se conhecido em todo o mundo.

Manuscritos de viajantes famosos como Pouqueville (1826) e Cousinery (1831) são evidências características sobre o nome ea qualidade do vinho de Naoussa. No início do século XX, o vinho de Naoussa é exportado para a Europa Central e Oriental e chega até a Alexandria,no Egito. No entanto, antes do final do século, a Grécia foi atingida pela filoxera, que causou a destruição total de um grande número de vinhas. No final dos anos 60, o uso de porta-enxertos revelou ser uma maneira satisfatória de enfrentar o problema. Parecem resistir ao inseto, particularmente àquele que causa danos irreparáveis na raiz da videira. A região atravessa então a maior re-plantação.

Em outubro 1987 em Roma, Naoussa foi eleita como cidade internacional da vinha e do vinho.

Tradição moderna

Naoussa nunca deixou de produzir o seu famoso vinho. Com o aumento evidente da preferência pelo vinho engarrafado, aumentou também o interesse dos viticultores pelo desenvolvimento da viticultura.

Tem havido um progresso constante desde 1970. As vinhas são aramadas e têm sido atualizados e adotadosnovos métodos de vinificação. A qualidade do vinho é garantida através de um rigoroso controlo de qualidade. Naoussa continua a confirmar a sua fama, no que diz respeito à produção de vinhos de qualidade superior, vinhos preciosos.

Newsletter

Registe-se na nossa mewsletter para que possa ser notificado sobre os novos produtos e promoções